32 em 2019

Em 2019 escrevi duas newsletters, apesar de ter começado a escrever várias e pensado em muitas mais. Não sei se irei escrever mais este ano, mas sei que é algo que gosto de fazer, mesmo sem saber se tem algum impacto em mais alguém que não eu.

Mesmo sem escrever muito, há tradições que gosto de manter, por isso a primeira de 2020 não podia deixar de ser a lista de 32 momentos de 2019:

  1. Perdi a minha melhor amiga.

  2. Conheci o Tobias.

  3. Fui à Arménia. Ao Chipre. Voltei a detestar Praga. Repeti Milão. Fui feliz na Costa Vicentina. Surpreendi-me com Palma.

  4. Fiz uma festa de anos ao pôr do sol.

  5. Fui a 3 clubes de leitura em cidades diferentes no mesmo mês. Criei um e co-organizo outro.

  6. Atravessei uma fronteira a pé. Visitei uma cidade ocupada.

  7. Emocionei-me com Ólafur Árnalds. Com Rosalía. E descobri muita música nova.

  8. Percebi que adoro Lisboa.

  9. Criei o meu site.

  10. Finalmente, entendi o Twitter.

  11. Dei formações. Até num hotel crivado de balas, agora missão de manutenção da paz da ONU.

  12. Descobri Ali Smith, Rachel Cusk, Max Porter e Pátria de Aramburu.

  13. Tive falta de ar, desanimação crónica, síndrome de impostor ao mais alto nível e explosões diversas.

  14. (Re)encontrei pessoas. Desapeguei-me de outras.

  15. Fiz o meu mapa astral.

  16. Percebi o que realmente gosto de fazer.

  17. Ganhei o prémio de melhor rótulo de vinho com a minha caligrafia.

  18. Conduzi demais.

  19. Emocionei-me com Dor e Glória, perdi-me com Dark, diverti-me com Bacurau, adorei Parasitas e invejei todas as roupas com Killing Eve.

  20. Faço parte de um grupo de cinema.

  21. Aumentei a lista de restaurantes a recomendar.

  22. Fui a Sevilha e comi (muitas) croquetas.

  23. Assumi o meu lado de designer.

  24. Comecei um projecto adiado desde sempre.

  25. Larguei o que já não fazia sentido.

  26. Perdi tempo com o que/quem já não interessava.

  27. Andei de barco.

  28. Aprendi sobre mitos, terrorismo e visualização de dados.

  29. Enganei-me. Aprendi. Falhei redondamente.

  30. Recebi um convite para algo que queria muito fazer.

  31. Bebi vinho a ver o pôr do sol.

  32. Comecei a organizar um Sarau.

*Foto de HENCE THE BOOM - Unsplash